brancodasilva85
 
Notifications
Clear all
brancodasilva85
brancodasilva85
Grupo: Registrado
Entrou: 2021-04-12
New Member

Sobre

Camino Primitivo, de Oviedo ou do Norte Interior

Também chamado de Camiño de Ovedo ou Caminho do Norte-Interior, o caminho primitivo de santiago de compostela foi uma das rotas mais importantes para Santiago nos primeiros anos do culto jacobino. E também recebeu o apelido de "francês". Mas perdeu o privilégio por motivos políticos ligados a esse fenômeno histórico chamado Reconquista . No final do século X, o centro do poder da monarquia galego-asturiana deslocou-se para o sul, para León. A maioria dos peregrinos foi com ele. Mas o primitivo sobreviveu.

No seu caminho, você ainda pode visitar as ruínas do último hospital de peregrinos, Montouto , em A Fonsagrada , que funcionou até o século XX. Mais tarde, caiu no esquecimento. E se somou bastante tarde ao ressurgimento do fenômeno jacobino produzido a partir do ano sagrado de 1993. Em 2004, também sagrado, e apoiado pela Xunta com um Xacobeo, 4.876 peregrinos percorreram o Primitivo . Para os franceses, 138.646 sim. Em 2010 -também no Ano Santo- 189.212 pessoas escolheram esta via para a maioria (69,53% de todos os que chegaram a Santiago); apenas 7.661 (2,82%) optaram por seguir os passos do rei Alfonso.

O que eles e os 6.349 que percorreram o Caminho de Santiago Primitivo descobriram em 2012 ? Bem, um percurso não muito conhecido, mas fascinante e muito exigente com os peregrinos. Um exigente passeio por paisagens de grande beleza.  O Caminho Primitivo atravessa zonas de montanha muito despovoadas, quase sem serviços (alojamento, restaurantes, medicamentos, etc.), no interior menos conhecido da Galiza e das Astúrias. Em contrapartida, os peregrinos desfrutam de lugares e paisagens de grande beleza, sem multidões ou corridas; visitam três cidades monumentais que merecem uma longa visita (Oviedo, Lugo e a própria Compostela); e pisam relativamente pouco asfalto neste percurso recomendado especialmente para caminhantes, algo inóspito devido ao clima quando neva - afeta boa parte do percurso - ou quando chove, mas é habitado por gente hospitaleira e que, depois de anos com problemas em certas etapas, agora tem uma rede suficiente de albergues públicos e privados na Galiza.

 

Redes sociais
Atividade do Membro
0
Posts no Fórum
0
Tópicos
0
Perguntas
0
Respostas
0
Comentários em perguntas
0
Curtido
0
Curtidas recebidas
0/10
Rating
0
Posts no Blog
0
Comentários no Blog
Compartilhar: